3.5.12

Muito por muito pouco

Continuação do post Dia incomum.
O dia amanheceu chuvoso e frio, e apaixonados enlouquecidos por chuva que somos, eu e meu irmão nos animamos muito. Acordamos cedo, enrolamos nosso cachecóis no pescoço e saímos meio sem rumo, meio sem saber o que procurar. Começamos com uma lojinha de R$1 (já encontrei muita coisa legal nessas lojas, AMO), onde dias atrás eu tinha visto algumas pequenas banquetas de madeira e já as imaginei no meu quarto. Chegando lá descobrimos que ela custava apenas R$4,50... agarramos 3. Meu irmão já estava com uma cor em mente, então também dei uma passada na loja de tintas e comprei uma latinha. Se você for pintar alguma coisa de madeira, procure comprar tinta semi brilho, para dispensar o uso de verniz.

Logo depois entrei em uma outra loja, onde encontrei meu relógio retrô. Fiquei tão apaixonado por ele. Lógico que tinha que ser amarelo, né?

Já estava quase pensando em ir embora quando tive a ideia de passar num bazar aqui da minha cidade, e foi lá que descobri as maiores felicidades do dia. De início eu achei apenas um cachecol e algumas agulhas para tricô de madeira, meu irmão encontrou uma Yashika super bem conservada e já está fotografando feliz por aí. Do nada, ele resolveu dar uma olhada geral pela loja, e de longe algo verde chamou sua atenção, e então ele gritou, "Ooolha, uma máquina de escrever!" Saímos correndo (quase derrubamos uma senhora que olhava alguns casacos) e pegamos a máquina. Na hora fiquei enlouquecido de paixão pela cor e pelo bom estado dela. Lógico... comprei!

Chegando em casa vi uma data arranhada na parte interna da tampa. Não sei dizer se foi a data de aquisição, se foi a data que alguém ganhou a máquina de presente... são tantas as histórias que podem ser imaginadas. Acho isso muito legal.

Quase 32 anos depois a máquina está em minhas mãos. Acho que vou riscar também a data do dia que comprei, é estranho pensar que talvez um dia exista outro dono, né?

Como eu havia comentado no post passado, meu material de aquarela chegou. Ainda não tive muito tempo pra fazer alguma coisa legal, mas já estou pensando no assunto.

Comprei também um manequim articulado de madeira... sempre foi meu sonho ter um desse. Essa é também a foto da semana para o projeto. Meio sem querer coloquei ele sentado sob os materiais, e saiu essa pose super estilosa.

{18/52} fazendo pose

E a foto da semana passada. Como a outra não estava me deixando muito feliz, resolvi tentar outra. Escolhi essa que estou com o cachecol do começo do post, trabalhando na manta.

{17/52} crochetando

Essas foram as minhas novas aquisições. Deu um super UP no meu quarto sem gastar muito. A Olivetti está funcionando perfeitamente, nem eu acreditei quando testei.

Editando. Esqueci de colocar o link do blog do meu irmão. O blog dele é o folhasverdes. = D
Paguei R$40 pela máquina de escrever e R$22,90 pelo relógio, lembrando que o relógio é novo, por isso foi um poquinho mais caro.

21 Comentários:

Nina Dantas disse...

Comprei um estojo de aquarela igual! Já estreei e depois temos que mostrar nossas produções um para o outro, heim? Ah, diz uma coisa... Como você vai manter a máquina de escrever? Explico: quero comprar uma também, mas não imagino como faço para comprar fitas de tinta e coisas do tipo. Me conta! Beijos!

Luciana Brito disse...

Uau, adorei as aquisições, todas super lindas e estilosas.

Beijo!

Sarah P. disse...

AAAAAAAAAAAAAAH!! quero muito esse bonequinho!!! e akele relogio maaaaaaaaaaaaaaaaaaravilhoso. sempre quis.
faz assim, compra pra mim q dps eu te pago XDDD
a maquina de escrever é mesmo linda.
aliás, voltei a rescrever meu livro. poucas paginas por dia, quem sabe no fim do ano eu termino?
hahaha lindas aquisições pablo.
beijos.

Ariana disse...

Pablo de Deeeeeus!!!!! Quanta coisa linda e inspiradora!!!! *------*

Eu quero muito uma máquina de escrever, mas acho que por aqui nunca vou achar algo assim por tão pouco. E eu adorei o relógio amarelo..pra mim teria que ser um vermelho! :D

Desculpa a pergunta, mas quanto que pagou pelo relógio e a máquina de escrever???

Super inspirador esse seu post.

Beijo.

del disse...

Pablo do céu! Eu tô arrepiada com suas compras! Faz um tempão que quero um relógio retrô (mas no meu caso seria vermelho, apesar de amar o amarelo). A MÁQUINA DE ESCREVER! Socorro! Tô sem palavras! Eu amo essas histórias, você sabe, essas suposições a partir de uma data rabiscada ou um A de madeira. O mundo é feito disso. E também amo lojinhas de R$1, bazares, brechós! Quero muito o endereço desse que você foi :D claro, se for possível.

Seu irmão tem blog? Se for como o seu, adoro desde já. E não me canso de dizer: cada vez mais me apaixono por esse seu espaço!

Anna Costa disse...

Pablo, tenho um relógio igualzinho, hahaha
Quanto pagou na máquina de escrever?

Gabriela disse...

Ai que delícia que foi ler esse post. Imaginei muito vocês dois pra lá e pra cá pela cidade comprando coisas...

Parece que foi um dia divertido e produtivo. É tão bom quando a gente sai para fazer compras e encontramos coisas tão legais e baratinhas, né?!

Quando eu tiver minha casa, você vai me dar umas dicas de onde comprar essas coisas lindas por um preço amigo, rs.

Beijos, Pablo.

Alien disse...

Também amo a cor amarela, apesar de meu quarto estar em outros tons. As tuas aquisições foram incríveis. Toda vez que venho aqui tenho vontade de sair por aí enfeitando meu quarto, minha casa. Talvez eu faça isso quando tiver uma só pra mim. Gostei tanto das fotos e dos objetos. Amei esse post.

E é claro que o destaque foi essa máquina de escrever. Tou bestinha! Linda, linda! Perfeito estado. E ainda veio com uma memória misteriosa!

Um beijo enorme, Pablo!

Ba Moretti disse...

Caramba, como tem coisa por aí e nem sabemos né? Quando tiver a minha casinha - nada de mini apertamentos - pretendo ir fazendo assim como você. Decorações assim bem pessoais são bem mais interessantes :)

Bianca Moraes disse...

Nossa Pablo!! Que sonho demais ter encontrado essa Olivetti! o.o
Sempre quis uma máquina de escrever no meu quarto assim.. e essa cor maravilhosa que ela tem?? Dispensa mais comentários, né? :)
Sempre quis também um relógio desse no quarto, mas não gosto do barulho que o ponteiro dos segundos faz. Então, tinha que ser daquele que é contínuo, sabe? E aí pra achar é uma coisa.. nunca encontrei! :(

Quero demais ver seus trabalhos em aquarela! :D
:*

Douglas J. disse...

Perfeito, Pablo!
Também amo passear em lojas de $1 e bazares com dinheiro, você leva tão pouco e volta com um monte!

Esses dias fiz uma pequena pintura usando a aquarela, representando uma cena de "The Avengers".
http://www.coisasdodouglas.blogspot.com.br/2012/04/fui-ver-avengers-melhor-cena.html

Beatriz disse...

Adorei a máquina de escrever! Minha escola está fazendo um leilão de coisas velhas, e bem vi lá uma máquina de escrever, tô pensando em comprar ela ;)
Gostei muito do relógio também. Eu não gosto muito de coisas amarelas, mas eu gostei bastante do relógio, rs =*

del disse...

Pablo, vou comentar de novo só pra deixar um carinho em troca do seu comentário no prefácio do meu livro! Muito obrigada pela sinceridade e apoio, são importantes pra mim. Quando o livro for lançado, quero dar um jeito de escrever uma dedicatória no seu (se você comprá-lo). Grande beijo :)

Anônimo disse...

Que LEGAAAL as coisaas que comproou com seu irmão, Pablo!Mateii minha curiosidade...rsrs!

Realmente a FELICIDADE está nas coisas mais simples e singelas da vida!

Continue com esse olhar pro mundo!
A felicidade está nos olhos de quem vê!

=D

AbraçoOoOoOossss!

Diego Alcântara Rocha *

Ed disse...

Cara, preciso dar um rolê na tua cidade pra comprar coisas legais assim, hahaha, sério. o_o"

Adorei o dof das fotos! :D

Nana disse...

Cara..invejei vc agora com essa maquina de escrever...e vc sabe tricotar..morri. Me leva ai nessa loja? Pufavô? Rsrsrsrsrs...tudo lindo!

Rick disse...

Cara, eu também sou desses. Onde vejo uma loja com essas coisas, permaneço por horas e horas. Geralmente não compro quase nada, fico só observando e tirando fotos. O que nem pode em algumas lojas. E, um outro lugar que também permaneço são nas bancas de livros usados, que a maioria foram digitados por máquinas daquela sua verde ali encima, (adoro a letra que ela escreve, "courier new" não é mesmo?).
Não risque a data, deixe lá, são tantas historias imagináveis pra ser deletado assim, sei lá, você quem sabe...
Ai, esse post é lindo. Muito lindo. Fascinei moço. rs! Chega!
Até logo.

Rafaela Ribeiro disse...

Que dia incrível hein?!
Amei a cor da banqueta *.*
Depois de ver a foto do teu relógio lembrei que preciso fotografar o meu. Ganhei um rosa, lindo lindo :)
E essa máquina de escrever? Que sonho !
Amei o post. Beijos e boa semana :P

Sarah P. disse...

Ah pablo lembrei de vc esses dias, passei no site da corrupiola, - lembra deles ?- e eles tão fazendo um sorteio valendo uma maquina de escrever vermelha!
super estou participando. passe lá!!!
beijos.

Andrea disse...

Que lindooo esse relogio!!! Queria muito um vermelho, mas só achei na Tok Stok e, além de ser caro, tinha o nome da loja ENORME no visor... ¬¬ Comprei um prateado nos EUA, simples, mas foi baratinho :D
AAHH eu tenho uma máquina de escrever igual!! Mas a minha é um verde meio menta, sabe? Foi do meu pai qnd ele fez faculdade e agora é minha :D Hahaha
Otimas compras!!!

Lolla disse...

Arrasou nas compras! Jura que era esse o preço do banquinho? Eu estou precisando de algo assim para pôr vasos de planta em cima, mas os que acho são ou caros ou feios. Queria um simples mas estiloso como o seu, e em madeira crua para que eu pudesse pintar.

Sempre quis uma máquina de escrever. Tive uma, nos anos 80, mas não sei que fim levou. Há uns 4 anos atrás comprei uma no ebay, mas ou já estava quebrada ou chegou quebrada. Fora que é tão difícil encontrar fitas... Um dia eu consigo uma. :)

Postar um comentário

Obrigado por comentar! :)